Laboratório de Genômica Estrutural

O Laboratório de Genômica Estrutural (LABGENEST) foi criado em 2003 com o objetivo de avançar nos estudos biofísicos e estruturais de macromoléculas importantes para a infecção e replicação de vírus da família Flaviviridae, principalmente os Vírus da Dengue (DENV) e da Hepatite C (HCV). As suas principais áreas de atuação são: Biofísica, Biologia Celular e Molecular, Bioquímica e Biologia Estrutural, com ênfase nos estudos de enovelamento proteico, interactoma, interação vírus-célula, interações proteína-proteína e proteína-DNA, prospecção de inibidores antivirais. As principais abordagens experimentais utilizadas nestes estudos são: espectroscopia de fluorescência e de dicroísmo circular, ressonância magnética nuclear, espectrometria de massas, microcalorimetria, ressonância plasmônica de superfície, duplo-híbrido em leveduras e co-imunoprecipitação. O Laboratório atua também na área de Biotecnologia com ênfase na expressão heteróloga de proteínas (antígenos) em bactéria, levedura e células eucarióticas superiores.

Visite a página do LABGENEST para maiores informações: http://labgenest.biof.ufrj.br

 

Missão

  • Ser referência nacional e internacional na produção de conhecimento científico, na formação de pesquisadores e na inovação tecnológica visando aumentar o atual conhecimento sobre a Biologia dos Flavivírus.

Linhas de pesquisa

  • Interação entre proteínas virais e do hospedeiro
  • Identificação e caracterização de biomarcadores para diagnóstico e prognóstico de agravamento de doenças virais
  • Descoberta de inibidores de enzimas virais
  • Estudo funcional e estrutural de macromoléculas
  • Proteoma e interatoma de células infectadas com flavivírus
  • Clonagem gênica e expressão de proteínas recombinantes
  • Produção de proteínas recombinantes (biofármacos) de interesse biotecnológico

 

Objetivos

  • Identificar e caracterizar interações vírus-células humanas e os mecanismos moleculares da resposta do hospedeiro frente à infecção por dengue e HCV
  • Estudar os aspectos moleculares e estruturais das proteínas de dengue e HCV e interações destas com macromoléculas para identificar moléculas-chave no processo de infecção por estes vírus
  • Identificar vias regulatórias celulares alteradas durante a infecção por dengue e HCV através do mapeamento de novas interações das proteínas destes vírus com alvos celulares
  • Identificar potenciais moléculas inibidoras de enzimas de DENV e HCV e estudar interação entre estas moléculas
  • Avaliar os níveis de biomarcadores em pacientes com dengue e como eles podem ser usados como forma de prognóstico do agravamento da doença
  • Produzir recombinantemente proteínas virais para uso biotecnológico como biofármacos e/ou antígenos
 

Equipe:

Chefe de Laboratório

Ronaldo da Silva Mohana Borges

Pós-doutorando

Emiliana Mandarano da Silva

Janaina Figueira Mansur

Doutorando

Diego A. Rodrigues S. da Silva

Estefania Anahi Aguilera

Gustavo Tavares Ventura

Iamara da Silva Andrade

Jonas Nascimento Conde

Mestrandos

Anne Miranda Capaccia

Diego Rodrigues Coelho

Rafael Mesquita Stoque

Iniciação Científica

Bruna Barreto de Lima

Daniele Cristina P. da Rocha

Gabriel Rodrigues da Silveira

Marcelo de Abreu Corrêa

Nathany Cristine D. Pereira

Estagiário Técnico

Alan Teixeira

Larissa Gomes de Oliveira

Estagiário em Administração

Beatriz Sancier Figueiredo

Programa: 
Biologia Molecular e Estrutural
Foto_lab: