Laboratório de Animais Transgênicos

    O Laboratório de Animais Transgênicos (LAT) foi criado em 2000 e tem como objetivo primário oferecer o suporte técnico para o acasalamento, eutanasia, desmame, corte de caudas, etc de animais geneticamente modificados (AnGM) a fim de estabelecer colônias dos mesmos. Este Laboratório atende as instruções normativas da Lei no 8974/95 que versa sobre normas para trabalho e contenção de AnGM e hoje hospeda animais de pesquisadores oriundos de diferentes departamentos e institutos que compõe o Centro de Ciências da Saúde (CCS). Além disso, o LAT se destina à manutenção e ao fornecimento de camundongos isogênicos de diferentes cepas para toda a comunidade científica.

    O LAT é uma Unidade Multiusuário de serviço, associado ao IBCCF, que atende aos pesquisadores do CCS e da comunidade científica do estado Rio de Janeiro e apresenta moderna infra-estutura e instalações que possibilitam o manejo experimental e manutenção de AnGM.

 

Equipe

    Para o seu funcionamento o LAT conta com o serviço em tempo integral de uma técnica de nível médio, três tratadores assistentes e uma chefia composta por uma comissão de professores do IBCCF. Para garantir a qualidade dos animais hospedados no biotério o LAT conta ainda com o apoio de um profissional em Medicina Veterinária.

 

Infraestrutura

    Dada as condições únicas de instalação física o LAT segue as normas deBiossegurança de níveis 1 e 2 (NB-A2). As instalações do LAT compreendem 10 ambientes: 01 sala de recepção veterinária, 03 salas de criação, 01 sala de quarentena/manutenção experimental, 01 sala de lavagem e esterilização, 01 sala de tratamento e preparo de gaiolas, 02 laboratórios experimentais e 01 sala de cultura de células. Todos os ambientes são isolados e o ar circulante é controlado e filtrado.

 

Utilização e Usuários

No LAT são mantidos cerca de 4.000 animais de 30 diferentes cepas que fazem parte dos projetos de pesquisadores do IBCCF e de outros Institutos que compõem o CCS (e.g. Instituto de Ciências Biomédicas, ICB; Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes, IMPPG). Outrossim, O LAT mantém cerca de 500 animais isogênicos de diferentes cepas em colônias do próprio biotério.

Programa: 
Centro de Experimentação Animal