Laboratório de Eletrofisiologia Cardíaca Antônio Paes de Carvalho

    O Laboratório de Eletrofisiologia Cardíaca Antonio Paes de Carvalho, assim denominado a partir de 2001 , estuda os mecanismos envolvidos na alteração do ritmo e da função cardíaca em vários modelos experimentais.

    Um dos temas de estudo diz respeito aos efeitos da isquemia/reperfusão sobre a eletrogenese e o desempenho mecânico do coração. Utilizamos, para isto, o coração de rato como modelo.

    Sabe-se que um dos grandes problemas da isquemia cardíaca no homem (interrupção ou diminuição temporária do fluxo sanguíneo para a musculatura dó coração que não leva a lesão tecidual Irreversível) é, além do dano tecidual pela própria falta de aporte e remoção de metabólitos, a ocorrência de arritmias cardíacas, às vezes, de grande gravidade, no momento da reperfusão espontânea ou promovida por manobras cirúrgicas diversas.

    Assim, estudamos no coração de rato isolado submetido à isquemia seguida de reperfusão, os mecanismos que levam ao desenvolvimento destas arritmias, bem como manobras que possam minimizadas, como o pré-condicionamento isquêmico.

    Quando a interrupção do fluxo sanguíneo é muito prolongada, ocorre o infarto do miocárdio, condição em que há morte da massa muscular por necrose e posterior substituição por uma cicatriz, caracterizando um processo irreversível de dano cardíaco.

    Nosso modelo é novamente o rato Wistar, no qual, sob anestesia, fazemos uma ligadura permanente de um ramo da artéria coronária esquerda. Em consequência, ocorre todo um processo de remodelamento cardíaco que, dependendo da extensão, pode culminar com uma diminuição da capacidade de bombeamento do coração, caracterizando uma insuficiência cardíaca. Estudamos as alterações que ocorrem no coração nesta condição e os mecanismos envolvidos neste processo, bem como manobras que alteram a progressão da doença como a atividade física moderada.

    Um aspecto interessante desenvolvido em colaboração com o Prof. Antonio Carlos Campos de Carvalho, do Laboratório de Cardiologia Celular e Molecular, diz respeito ao estudo dos mecanismos envolvidos na recuperação da função destes corações com infarto cicatrizado, através da terapia com células tronco.

    Uma terceira linha de pesquisa é referente ao estudo dos mecanismos envolvidos em distúrbios do coração, atribuídos a mecanismos de auto­imunidade.     Estudamos dois modelos:

  •  A cardiopatia chagásica crônica, uma doença desenvolvida a partir da infecção de pacientes pelo protozoário Trypanosoma cruzi;
  •  O bloqueio de condução átrio­ventricular característico do lúpus neonatal, observado em filhos de mães com Lupus Eritematoso Sistêmico e Síndrome de Sjõgren.

    Para alcançar os objetivos nas várias linhas de pesquisa acima listadas, lançamos mão de uma série de métodos e técnicas, que vão do registro da atividade elétrica e mecânica do coração, tanto em animal anestesiado (eletro e ecocardiografia), como em órgão isolado, em tecido e também em células isoladas (patch clamp) passando por métodos bioquímicos, imunológicos, histológicos e de biologia molecular e medida de atividade intracelular de íons.

Linhas de Pesquisa

  • Mecanismos celulares de arritmias cardíacas;
  • Isquemia e reperfusão miocárdica: mecanismos endógenos e exógenos de cardioproteção
  • Mecanismos de sinalização celular através de canais iônicos e receptores
  • Adaptação cardiovascular ao exercício: efeitos de esteróides anabólicos na hipertrofia e remodelamento iônico
  • Hipertensão arterial pulmonar experimental: mecanismos fisiopatológicos e estratégias terapêuticas
  • Autoimunidade na doença de Chagas
  • Isolamento e caracterização eletrofisiológica de células tronco cardíacas de camundongo e humanas
  • Efeitos funcionais de auto-anticorpos de pacientes com cardiopatia dilatada idiopática em cardiomiócitos de coelho

Produção científica recente, clique aqui!

Equipe

Chefe de Laboratório

Jose Hamilton Matheus Nascimento

Docentes

José Hamilton Matheus Nascimento

Emiliano Horacio Medei

Pós-doutorando

Pedro Paulo Pereira Junior

Doutorandos

Leonardo Maciel de Oliveira Pinto

Cristiano Gonçalves Ponte

Mara Cristina Pimenta dos Santos

André Accioly Nogueira  Machado

Jamil  Jorge Maroun

Gustavo Monnerat Cahli

Marco Antonio Vidal Jiménez

Mestrandos

Paulo César Arantes

Emanuelle Ferraz Baptista

Ana Paula Ferraz de Oliveira

Iniciação Científica

Angélica Rosendo Caciano

Nayara Rocha da Cunha

Thaís Bazzoti Brito Sottani

Dahienne Ferreira de Oliveira

Gabriel Baptista de Carvalho

Ainá Eiras Domingos

Edila de Andrade Ramos

Gabriel da Silva Moura Manso

Luana Ker Silvestre

Priscila M.Ferreira Messeder

Programa: 
Terapia Celular e Bioengenharia