Laboratório de Endocrinologia Molecular

·O Eixo Hipotálamo-Hipófise-Tireóide e a Ação dos Hormônios Tireoideanos

    O Laboratório de Endocrinologia Molecular foi criado em 2000, a partir da consolidação de um grupo originado no início da década de 90 na UERJ e que, em 1993, transferiu-se para o Laboratório de Fisiologia Endócrina do IBCCF, onde teve a oportunidade de se desenvolver.

    Nossos estudos buscam compreender o funcionamento, em situações fisiológicas e fisiopatológicas, do eixo hipotálamo-hipófise-tireóide e a ação dos hormônios tireiodeanos. Para tanto, aliamos técnicas de estudos in vivo e in vitro, com abordagens moleculares. Um dos grandes focos de nossas pesquisas tem sido o controle da secreção de tireotrofina, ou TSH, o principal estimulador da função tireoideana. Estudamos o papel de reguladores hormonais e neuro-hormonais como esteróides sexuais e somatostatina, respectivamente, sobre o controle da secreção adeno-hipofisária de TSH.

    Além disso, nos dedicamos à caracterização de novos fatores locais na adeno-hipófise, tais como os peptídeos da família da bombesina, principalmente a Neuromedina B. Recentemente, comprovamos o papel fisiológico inibidor deste peptídeo sobre a secreção de TSH.

Atualmente, usamos como modelo de estudo animais knockout para o receptor de neuromedina B que tem nos permitido avaliar as conseqüências funcionais para o eixo hipotálamo-hipófise-tireóide da ausência deste receptor. Este estudo está sendo realizado em colaboração com Dr. Etsudo Wada, Department of Degenerative Neurological Diseases, National Institute of Neuroscience, University of Tokyo, Japão.

    Outra linha desenvolvida atualmente tem como objetivo compreender a interação da leptina com o eixo hipotálamo- hipófise¬tireóide. Já caracterizamos o efeito inibidor local deste hormônio sobre a secreção de TSH. Estudos com leptina são particularmente interessantes devido a sua relação com obesidade. Nesse momento, estamos explorando a interação entre a leptina e a ação dos hormônios tireoideanos.

    Estudamos, também, dois pontos chaves determinantes da ação tecidual dos hormônios tireoideanos: as enzimas 5' ¬desiodases, responsáveis pela maior parte da formação do hormônio tireoideano ativo, o T3, e os receptores dos hormônios tireoideanos. Neste aspecto, temos interesse na identificação de novos genes-alvo modulados por hormônios tireoideanos, principalmente no tecido cardíaco.

    Recentemente, incorporamos outros modelos de camundongos geneticamente modificados. Este interesse surgiu após o trabalho com o Dr. Fredric Wondisford, inicialmente na Harvard Medical School (Escola de Medicina de Harvard) e depois na Universidade de Chicago, onde desenvolvemos modelos de camundongos transgênicos, para estudar a Síndrome Humana de Resistência aos Hormônios Tireoideanos, na qual a presença de mutantes de receptores para estes hormônios leva a alterações de expressão dos genes e da fisiologia dos órgãos.

    Estes modelos tem nos permitido melhor estudar a fisiopatologia da síndrome e principalmente relevar novos aspectos da ação dos hormônios tireoideanos, via seus receptores nucleares.

    Nosso grupo tem contribuído para a formação de pessoal tanto na graduação quanto na pós-graduação. Doutores egressos deste grupo, hoje são docentes e pesquisadores neste Instituto, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, e na Universidade Federal Fluminense.

Equipe:

Chefe de Laboratório

Carmen Cabanelas Pazos de  Moura

Docentes

Tania Maria Ruffoni Ortiga

Isis Hara Trevenzoli

Pós-doutorandos

Enrrico Bloise – Pesquisador

Bolsista Jovem Talento

Adriana Cabanelas

Aline Cordeiro

Juliana Franco

Luana Lopes Souza

Ricardo Henrique Costa e Sousa

Doutorandos

Bruna Pereira Lopes

Camila Calvino Moraes

Larissa Costa Faustino

Marcio Dytz

Mestrandos

Lorraine Soares de Oliveira

Aline Fonseca

Mila Reginatto

Roberto Azevedo Antunes

Iniciação Científica

Bartira Pizarro

Camilla Pereira D.da Rocha

Eliete Cristina de Souza

Guilherme Faria

Henrique Nunes Almeida

Klaus Novaes

Natalia Liacone da Silva

Nina Bressan;

André Souza e Silva

Marianna Wilieman

Técnicos

Juliana P.Gonçalves

Luela Luan P. Mouta

Programa: 
Fisiologia e Biofísica Celular