Laboratório de Parasitologia Molecular

       Caracterização funcional de pequenas GTPases do parasito Trypanosoma cruzi. Pequenas GTPases são moléculas de extrema importância na transdução de sinais em diversos sistemas, sendo ubiquitárias na Natureza. Estas enzimas são fundamentais em eventos celulares tais como diferenciação, divisão celular, tráfico de vesículas e organização de fibras de actina. Tais eventos, tão distintos, são controlados pela taxa de ligação a GTP e posterior hidrólise a GDP apresentados por membros da Superfamília Ras, que é compreendido por cerca de cinco famílias de pequenas GTPases , sendo o protótipo deste grupo o gene Ras.

    Os tripanossomatídeos digenéticos possuem um ciclo evolutivo complexo, passando pelo interior de hospedeiro invertebrado onde se dividem e se diferenciam em formas infectivas, que vão penetrar no hospedeiro vertebrado assumindo formas intra e extracelulares. As mudanças adaptativas apresentadas pelas formas evolutivas destes parasitos, devem ser controladas por switches rnoleculares. Pensamos que pequenas GTPases devam estar exercendo esta função ao longo do ciclo destes parasitos, O Laboratório de Parasitologia Molecular foi pioneiro na clonagem e caracterização molecular de pequenas GTPases de tripanossomatídeos. Assim, caracterizamos GTPases das famílias Rho, Rab e Arf do Tcruzi e estamos realizando experimentos com formas mutadas destes genes neste parasito, Também, estamos descrevendo um novo ramo de pequenas GTPases, que está presente em protistas e em cordatos com função ainda em estudo, Acreditamos que o estudo destas GTPases possa fornecer dados valiosos sobre os processos moleculares presentes nas formas:

  • NF-kB: fator transcricional fundamental na resposta celular ao stress.
  • NF-kB é um fator transcricional ubiquitário que regula a expressão de um vasto repertório de genes. O papel deste fator transcrição está bem evidenciado em eventos como apoptose, desenvolvimento e morfogênese, nos processos inflamatórios, na resposta imune a patógenos, entre outros.

    O nosso Laboratório tem investigado o papel de NF-kB no modelo da lesão ao DNA gerado pelo inibidor de Topoisomerase 11, o etoposídeo, e na resposta à infecção de células humanas a patógenos humanos tais como o Mycobacterium leprae e Leishmania. Nos interessa investigar as vias de regulação que levam à ativação deste fator, bem como a caracterização dos dímeros de NF-kB funcionais nestes estímulos e, principalmente, a identificação dos genes regulados por estes dímeros funcionais.

Staff

Ulisses Gazo Lopes - Chefe do laboratório

Pós-Doutorandos

Guilherme Rodrigo R. dos Reis

Teresa Cristina Calegari-Silva

Doutorandos

Aislan Carvalho Vivarini

Karina Luiza Teixeira

Carolina Torturella Rath

Iniciação Científica

Juliane Custódio

Jose Vitorino

Marina Miqueline

Programa: 
Biologia Molecular e Estrutural
Chefe do laboratório: