Apresentação

Ciências Biológicas - Biofísica

    O Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas – Biofisica foi criado em 1963, sendo um dos primeiros a ser credenciado pelo MEC e foi responsável pela emissão do primeiro título de Doutor da UFRJ. O Programa possui conceito 7 na CAPES e até dezembro de 2012 foram formados 844 mestres e 675 doutores no Programa, somando 1519 titulados.

    O Programa tem como objetivo principal a formação de profissionais altamente qualificados que possam atuar na comunidade científica como docentes/pesquisadores criativos e independentes e que estejam capacitados para promover mudanças qualitativas nas diversas camadas da sociedade. Os egressos da Pós-Graduação –Biofisica  encontram-se lotados em mais de 70 instituições de ensino e pesquisa (IEP), em todas as regiões do país e no exterior, e em órgãos públicos como CNEN, INPI, Policia Federal, Inmetro, dentre outros. Esses dados apontam o Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas- Biofisica como um dos principais nucleadores da pesquisa científica no Brasil, com a formação de docentes-pesquisadores que ocupam posições de destaque em instituições de ensino, pesquisa, agências governamentais e de fomento e em empresas nacionais e multinacionais. Nas últimas décadas, o programa tornou-se um centro inovador no lançamento de projetos acadêmicos catalisando a nucleação de vários polos de pesquisa em todo o Brasil.

    Os estudantes dos cursos de Mestrado ou Doutorado ingressam no programa através de processo seletivo realizado duas vezes ao ano, com base na avaliação da base conceitual, conforme descrito nos editais públicos. Não há limites de vagas. Os títulos de Mestre ou Doutor são obtidos após conclusão dos requisitos estabelecidos pela Coordenação de Pós-Graduação, que estão baseados tanto nas Normas Internas da Pós-Graduação no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho quanto nos Regulamentos do CEPG-UFRJ e CAPES-MEC.

    Atualmente, os orientadores do Programa atuam nas áreas de Biologia Molecular, Biologia Celular, Biologia Estrutural, Bioengenharia de Tecidos, Bioinformática, Bioquimica, Ciências Ambientais, Fisiologia Celular, Imunologia, Neurociências, Parasitologia e Terapia Celular.

 

Projetos de Pesquisa

    Os projetos de pesquisa desenvolvidos no Programa caracterizam-se, em sua maioria, pelo aspecto inter/multidisciplinar e inovador, permitindo a formação de recursos humanos altamente qualificados e capacitados para a solução de problemas relevantes do ponto de vista acadêmico e também econômico e social. Além de abrigar projetos que buscam contribuir significativamente para o conhecimento acadêmico básico dos sistemas biológicos, nosso programa contribui para a elaboração de políticas científicas e educacionais.

 

Linhas de Pesquisa

    Em consonância com a evolução do conhecimento em fronteiras transdisciplinares, temos buscado a constante atualização dos temas de pesquisa, bem como o direcionamento da formação de nossos pós-graduandos para o desenvolvimento de projetos que realmente sejam integrados e/ou integradores.

Linhas inovadoras de pesquisa têm sido implantadas no Programa, tais como nanotecnologia, bioinformática, bioengenharia, biotecnologia e terapias celular e gênica, ampliando o leque de formação de recursos humanos, ao incluir essas novas tecnologias nos projetos de teses e dissertações. Ao incentivar essas novas frentes, buscamos implantar novas tecnologias e estruturas que ofereçam a possibilidade de praticar a formação de recursos humanos e a geração de conhecimento utilizando-se as mesmas abordagens de ponta aplicadas em centros de excelência no exterior.